Empresas de jogos de olho no Brasil

A liberação de jogos no Brasil já é discutida há tempos no congresso e juntamente, a pauta sobre sites de apostas online. Com isso, de olhos vidrados para cá, estão praticamente todas as empresas mundiais do seguimento, prontas para abater esse mercado promissor. Se, e quando, o jogo se tornar legal no Brasil, essas empresas entrarão com tudo sem hesitação.

De acordo com a nova proposta de legislação, o Brasil estaria aberto às empresas de aposta online. Essas, ainda teriam que adquirir uma licença, como em vários outros países, e deveriam operar em um sistema justo para os jogadores. Países que não permitem apostas online são minoria hoje, uma vez que vários países no mundo oferecem apostas desde sobre quem ganhará um determinado Reality Show até o clássico e conhecido Bingo.

O Bingo, inclusive, só foi proibido no Brasil em 2004 e ainda existe uma empresa ativa aguardando sua liberação para continuar seus negócios. A AGT ainda possui escritórios em São Paulo e se a nova legislação passar, ela entrará para a lista de sites de aposta que oferecem diferentes tipos de jogos de Bingo no país.

Essa lei, entretanto, ainda está longe de ser aprovada, uma vez que ainda há forte oposição. O ponto principal à favor é a quantidade de impostos que o governo brasileiro poderia arrecadar com essa nova indústria. Em alguns países, esses impostos representam até 20% da arrecadação total, sem mencionar a quantidade de novos empregos gerados. Apesar dos sites e operadores de apostas ainda continuarem a prestar seus serviços remotamente, ainda existe a possibilidade de alguns se estabelecerem no Brasil. Também há a possibilidade de brasileiros serem empregados nas áreas de atendimento ao consumidor, o que seria uma grande e necessária ajuda ao mercado de trabalho.

A dúvida maior entre os legisladores agora é, se essa nova indústria será lucrativa para o governo ou se os custos associados ao seu funcionamento acabarão com os lucros. A indústria de apostas necessita de regulamentação e fiscalização extensas. É simplesmente impossível deixar essas companhias funcionarem sozinhas como bem entenderem, uma vez que o mercado se tornaria passível de extorsão e condutas imorais. Na tentativa de bloquear os efeitos negativos dessa lei, já foram feitas mais de 20 emendas à proposta inicial, incluindo a proibição de oficiais do setor público e seus parentes de fazerem apostas. Isso pode parecer uma regulamentação arbitrária, mas com tanta corrupção já acontecendo às claras no país, o governo aparenta querer trabalhar esse assunto com bastante precaução.

Os líderes do mercado de apostas já estão marcando seus territórios com certa graça. Na última conferência do segmento, em Londres, alguns desenvolvedores e operadores de jogos, fizeram assertivas propagandas de que estão prontos para o Brasil. A VNE, empresa italiana especializada na criação de caça-níquéis, levava diversos adesivos e produtos promocionais propagando o fato de que suas máquinas são perfeitas para o Brasil.

O que o futuro aguarda para essa indústria é incerto, mas podemos ter certeza de que haverão reclamações de ambos os lados dessa discussão, independente do resultado.

B Conteúdo – Fichas Brasil