Bruno Borges leva o Brasil a primeira FT na WSOP 2016

O Brasil precisou de apenas 8 dias para conquistar o seu primeiro grande resultado na 47ª edição da World Series of Poker. No Evento 6: US$ 1.500 NL Hold’em, Bruno Borges ficou a poucas eliminações de um inédito triunfo na série mais importante do mundo. Eliminado na sexta posição, ele levou para casa US$ 79.241, cerca de 267 mil.

Bruno chegou à FT com menos de 15 bbs. Logo na primeira mão, ao receber Q♣J♥, do big blind, ele anunciou all-in. O agressor inicial correu, já o button Raymond Phu, com 32 bbs, aplicou o call e mostrou A♣7♣. O bordo 10♦7♥4♦Q♠6♣ manteve o brasuca no campeonato.

Já próximo da média do torneio, Bruno voltou a dobrar as suas fichas, agora com K♥K♣ contra o Q♥J♥, de Michael Addamo. Enquanto o seu stack crescia, alguns favoritos ao título deixavam a campetição. Após passar muitas horas no topo, o argentino Richard Dubini (US$ 35.121) caiu na nona colocação. Em seguida, foi a vez do craque Anthony Zinno (US$ 45.582) abandonar o Rio All-Suite Hotel & Casino.

Na cola dos líderes, Bruno acabou perdendo grandes potes que dificultaram a sua vida no campeonato. Em novo confronto contra Addamo, ele deu adeus ao título. Veja como foi:

Nos blinds 50.000/100.000 com antes de 10.000, do cutoff, Addamo abriu um raise para 200.000. A mesa rodou em fold até Bruno, que, do big blind, anunciou all-in de 1.500.000. Com mais fichas, Addamo não correu.

Showdow:

Addamo: J♥J♦ (71,26%)

Bruno: K♥10♦ (28,27%)

O bordo A♣10♠2♦4♠7♠ silenciou a torcida brasileira.

Ramon Sorgatto (14º), Felipe Costa (64º), Paulo Treu (202º) e Luiz Higashi (243º) também ficaram ITM no Evento 6. Ao todo, eles embolsaram US$ 21.530, US$ 5.508, US$ 2.708 e US$ 2.512, respectivamente.

Fonte: CardPlayer Brasil

B Conteúdo – Fichas Brasil