Brasileiros e mais brasileiros nas retas finais

No evento #29 dois brasileiros conseguiram avançar para o dia 3, Leonardo Vilella com 299 mil fichas (18ª posição) e Vitor Rangel com 259 mil (19º colocado). O torneio que contou com 1.086 entradas, teve o buyin de $ 2.500 e foi um dos preferidos para os brazucas visto que é a modalidade mais praticada no país e no mundo, o No Limit Holdem.

O chip leader é o norte americano Eddy Sabat que conta com um stack monstruoso (detalhe o dobro do segundo) de 1.866.000, nos blinds 6.000/12.000, ou seja mais de 150 big blinds. Todos os jogadores já estão em ITM (In the Money) e já garantiram ao menos $ 10.868, ao grande campeão além do tão sonhado bracelete também está reservado $ 456.822.

Wajih Francis. www.pokerdb.thehendonmob.com

Evento # 31 – $ 1.000 Seniors Championship

O torneio contou com o maior número de participantes de todos os tempos, 5.389 entradas, lembrando que apenas jogadores acima de 50 anos que podem jogar esse evento. E temos dois brasileiros envolvidos no dia 2, Wajih Francis com 54 mil fichas e Altamiro Amaro que ensacou 47 mil.

 

 

Thiago Crema. www.canaldeepstack.blogspot.com.br

Evento #32 – $ 1.500 Omaha Hi/Lo

Alguns brasileiros conseguiram se classificar para o dia 2 do evento de $1.500 Omaha Hi/Lo, o melhor deles foi Thiago Crema com 19.400 fichas. Hilary Reicher (11.875), Felipe Mojave Ramos (11.425) e Bernardo Dias (2.450), o último inclusive engatou no torneio ainda jogando o HU contra Chris Moorman, foram os outros classificados de um total de 224 sobreviventes.

BOTTOM POST – POKER DO BEM
BOTTOM POST – SHADEVENNE