Akkari está mais um dia 2 no WSOP 2017

Os brasileiros seguem fazendo bonito nos eventos do WSOP 2017, com duas mesas finais já na mala (Bernardo Dias e Thiago Grigolleti) e diversas retas finais. Nesta quarta-feira não foi diferente, além do PLO (matéria: “Vivian Saliba, Mojave e Groww no dia 2 do PLO Championship”; veja), outros eventos contaram com brasileiros envolvidos.

Evento #52 – $1.500 No Limit Holdem

O paulista radicado na cidade de Curitiba, Luis Kamei foi o melhor brasileiro acabando na 36ª colocação, garantindo uma premiação de $9.107. Kamei acabou perdendo um flip fatal, aonde ele tinha AQ e seu adversário 88.

Outros brasileiros conseguiram chegar na reta final do evento que contou com 1.580 jogadores. Dayane Kotoviezy terminou na 50ª colocação, ao ser eliminada de A5 contra AK (ela possuía seis blinds quando colocou todas as fichas no pano).

Caio Hey tomou uma bad beat gigante. www.pokernews.com

Bernardo Dias, de novo ele, acabou na 67ª posição ao perder um flip de TT

contra AK. Já o rondoniense Caio Hey tomou uma grande bad beat, quando viu seu adversário acertar uma broca em um allin triplo com ele trincado, terminando na 72ª posição.

Evento #55 – $1.500 Seven Card Stud

Profissional do Poker Stars, e um dos brasileiros mais experientes do field. www.wsop.com

O profissional do Poker Stars, André Akkari, vem jogando diversos torneios dessa WSOP 2017, o que já é costume do craque brasileiro, e nesta quarta não foi diferente, Akkari estava no dia 2 do Evento #53 ($3.000 Limit Holdem) mas acabou sendo eliminando fora do ITM (In the Money).

Porém não desistiu e se classificou para mais um dia 2 ($1.500 Seven Card Stud), com 54 mil fichas, os blinds retornam 1.200/2.400 (ante 300). O total do field foi de 298 inscritos, restam 68 jogadores e serão 45 premiados.

B Conteúdo – Fichas Brasil